Não se trata mais de uma novidade tampouco de um modismo. A moda plus size (roupas em tamanhos extras) veio para ficar e tem a urgente missão de incluir mais pessoas no “jogo” da moda. Roupas femininas de tamanho grande, pensadas para mais corpos, mais escolhas, mais mulheres.

Traduzido livremente do inglês como “tamanho maior”, o termo é usado para definir roupas com numeração fora do padrão estabelecido. Determinar tamanhos, no entanto, é algo um pouco mais complexo – inclusive por diferenças culturais.

Nos Estados Unidos, por exemplo, o termo plus size, embora usado para designar tamanhos grandes, não significa necessariamente que ele seja para pessoas grandes. Por lá, o “tamanho grande” é voltado para mulheres mais altas, com quadris ou costas maiores, pouca barriga e, também um traço cultural, sem muito bumbum. Aqui, uma peça dessas poderia decepcionar bastante: ficar apertada nas pernas, larga na cintura e assim por diante.

Dentro dessa lógica, mulheres curvilíneas (como as brasileiras) se encontrariam mais na modelagem chamada curvy. Essas peças atendem justamente mulheres que tem pernas grossas, bumbum maior, cintura mais fina e seios grandes (mesmo tendo as costas estreitas).  São peças que, normalmente, têm elásticos, lycras, cintos e demais recursos e acessórios para que o look fique perfeito.

Saiba mais sobre a moda que inclui na matéria A lógica das cores

Por um lado, podemos concordar que essas especificidades não contribuem muito na hora de saber em qual sessão procurar. Além de gerar polêmicas, como a levantada recentemente pela chef Paola Carosella, que criticou a marca de lingerie Victoria’s Secret por apresentar, como sua primeira modelo plus size, uma mulher, segundo Paola, “linda, natural e que tem um corpão cheio de curvas”. “Que irresponsabilidade falar que um corpo assim é plus size!”, afirmou a chef em sua conta no Twitter. “Que pressão estão colocando sobre as mulheres e meninas!?”.

Curva nova da moda

Por outro lado, plus size ou curvy, a boa notícia é que muitas marcas e lojas estão atentas para o fato de que não é mais possível que os corpos se sacrifiquem para se adaptar às roupas. Ao contrário, a boa moda – plus, curvy, fast, slow, básica, de luxo, o que seja – é aquela que apresenta alternativas para que todos e todas possam fazer suas escolhas. Roupas femininas de tamanho grande, para que ninguém saia de mãos vazias por falta de numeração.

Aqui na MyBasic, já incorporamos essa nova realidade, com numerações que abrigam do GG ao GG3. “Conceitualmente, ainda não somos plus size, entraríamos mais no curvy”, comenta Carol Pucci, uma das sócias da MyBasic. “Mas estamos dando esse pontapé”.

Confira alguns dos looks MyBasic feitos para vestir bem a diferentes silhuetas e em diferentes ocasiões.

Roupas femininas de tamanho grande MyBasic: saia Faial e camisa Cortona
Macacão Comino e vestido listrado Bilbao: roupas em tamanhos extras para diferentes silhuetas
Vestidos plus size formais: Portofino Midi (esq.) e Lecce

1 thought on “Plus size e curvy fashion – modelagens que libertam dos padrões”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *