O vestido preto é um dos ícones na história da moda. Popularizado nos anos 20 pela lendária Coco Chanel, da qual já falamos aqui, sua proposta inicial era ser uma peça versátil, acessível e de cor neutra. A peça deu tão certo que o pretinho básico se tornou indispensável em qualquer guarda-roupa. Mesmo tendo sido reformulado através das décadas, o clássico continua com tudo, ganhando cada vez mais versatilidade.

 

pretinho001

 

 

Outra personalidade que soube como ninguém usar esse item atemporal foi Audrey Hepburn. Já falamos mais sobre a  artista por aqui, lembra? A famosa “Bonequinha de Luxo” sempre priorizou o essencial nas suas produções, sem deixar a elegância de lado. Um verdadeiro exemplo de que o simples também pode ter bossa.

 

pretinho002

 

Seja inverno ou verão, não tem como deixar de vestir o pretinho básico que a gente adora.

 

pretinho003

…Vestido Montenegro

 

Partindo dele, fica fácil criar sobreposições criativas e que não precisam ficar somente no total black. O preto é base para elaborar looks que se identificam com a sua personalidade. As mais neutras podem brincar com tons complementares, como cinza e branco. Já as irreverentes têm permissão para acrescentar acessórios coloridos e deixar o visual mais alegre.

 

pretinho006_grecia

…Vestido Grécia

 

Não que a gente não seja fã de carteirinha do “total black”, básico, versátil e clássico.

 

pretinho005_luxemburgo

…Vestido Luxemburgo

 

Então já sabe: pintou a dúvida sobre o que usar, aposte no vestido preto que não tem erro. E o melhor de tudo é que a cor passa a impressão de uma silhueta mais modelada. Às vezes, uma jaqueta é o suficiente para dar novos ares ao look. Arrisque sem medo!

 

pretinho004

 

 

3 thoughts on “Pretinho básico? Por que não?”

  1. Pingback: Blog My Basic
  2. Pingback: Blog My Basic
  3. Pingback: Blog My Basic

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *