“Com todas as oportunidades que tive, eu poderia ter feito mais. E se eu tivesse feito mais, poderia ter sido notável.” A frase é inspiradora, não acham? Mas é um tanto modesta para ter saído dos lábios de uma das atrizes mais consagradas de Hollywood, Katharine Hepburn.

 

katharine hepburn

 

A artista americana teve uma carreira longa, com 60 anos de profissão, atuando de em diversos gêneros da sétima arte. Tudo começou com aquelas pequenas peças de teatro escolar. Logo seu talento foi descoberto e Katharine foi parar na Broadway. Mesmo ganhando destaque nos palcos, sua paixão pelo cinema sempre falou mais alto.

 

katharine hepburn

 

Suas primeiras produções foram marcadas pelo sucesso, principalmente com o longa “Manhã de Glória”, em 1933. Sua interpretação de Eva Lovelace, uma atriz aspirante ao sucesso, lhe rendeu seu primeiro Oscar.

 

katharine hepburn eva lovelace

 

Algum tempo depois, a carreira de Hepburn começou a desandar e ela foi rotulada como “veneno de bilheteria”, devido a algumas produções comerciais fracassadas de que participou. Mas você acha que ela se deixou abater? Pelo contrário! Mais tarde, Katharine começou a atuar em filmes mais maduros e retomou seu prestígio. A atriz recebeu três Oscars com os filmes “Adivinhe Quem Vem Para Jantar?” (1967), “O Leão do Inverno” (1968) e “A Casa do Lago” (1981).

 

katharine hepburn

 

Em 1999, Katharine Hepburn foi nomeada como a maior estrela feminina de todos os tempos pelo American Film Institute. E mesmo na atualidade, nunca é demais lembrar da carreira e vida de Katharine. Em 2005, a atriz Cate Blanchett reviveu sua forte personalidade no filme “O Aviador”, que mostra um pouco de seu relacionamento com o milionário Howard Hughes.

 

katharine hepburn cate blanchett o aviador

 

Katharine é também cultuada como ícone da moda. A atriz foi uma das primeiras a popularizar a camisa branca para o armário feminino. Detalhes como uma gola maior e mais abert